RSS

Gente que não gosta de gatos

14 ago

Gente que não gosta de gatos em geral não gosta de pessoas que se parecem com gatos. Que são independentes e não imploram por amor e atenção. Que estão ali porque gostam, e não porque precisam. Pessoas criativas, ativas, altivas. Gente que não gosta de gatos prefere pessoas submissas, que não se arriscam, não exploram, não desafiam. Gente que não gosta de gatos perde grandes oportunidades, desperdiça as pessoas e bichos mais interessantes do mundo porque se sentem incomodadas e inseguras.

Muitos já me disseram que gatos são traiçoeiros e que cães são bondosos. Estão errados. Dificilmente essas pessoas observam os bichos por um tempo para entendê-los. Gatos dão todos os sinais de que seu espaço está sendo desrespeitado. Tal como os cães. Só que gatos não rosnam. Não latem. Os sinais são outros. Cada bicho tem os seus. Não adianta querer que um gato fale a sua língua, ou a língua dos cachorros. Se você souber respeitar os limites e observar os sinais de um gato, receberá dele um carinho tão intenso, tão sincero e tão horizontal (porque ele não considera você inferior ou superior como os cachorros fazem) que fará você se apaixonar completamente pelos felinos.

Gosto de gatos porque são os bichos mais anarquistas que conheço. Entre eles mesmos e entre eles e nós não há hierarquia, submissão, domínio. Não há governo, ordens a serem seguidas. Há franqueza. Os cães não roubam comida da mesa porque os lobos alpha, chefes da matilha, comem primeiro. Os demais ficam com os restos. Isso faz parte de sua disciplina, de sua vida em grupo. Gatos comem o que aparecer, mesmo que a comida esteja no seu prato. Eles não entendem o prato como seu. É um prato que está ali, com comida dentro. Aliás, meus gatos quando caçam, trazem a comida pra perto de mim, e compartilhariam comigo se eu quisesse lagartixa para o jantar. Ser tratado como um igual por um bicho completamente diferente de mim é algo que me encanta. Me mostra que o amor não é humano, mas universal.

Gosto de cães. Gosto de gatos também. De caramujos, de tatus, abelhas, camundongos, corujas, lagartixas, texugos, cobras, suricatos… Todos eles merecem respeito e admiração, e possuem uma vida mais rica do que imaginamos. Observar um marimbondo fazendo sua casa, ou abandonando-a para morrer, é uma lição de vida. A vida dos bichos ensina muito sobre o nosso lugar na Terra.

Mas não saia por aí agarrando os bichanos! Apenas acomode-se sem perturbá-los. Permita que eles calmamente venham até você, levantem o rabo, passem entre suas pernas, subam no seu colo, acariciem sua mão com a cabeça e durmam mostrando que gatos gostam de gente. Mesmo gente que não gosta de gatos.

About these ads
 
75 Comentários

Publicado por em 14/08/2011 em Insight

 

Tags: , , , , , , , ,

75 Respostas para “Gente que não gosta de gatos

  1. nomundodalua2010

    14/08/2011 at 15:28

    Infelizmente muitas pessoas não entendem.
    Ótimo vídeo, todos aqui em casa adoraram.

     
    • geovana

      07/10/2012 at 21:12

      eu amo gatos eles sao bonsinho dormem comigo e entra no banheiro comigo siples mentes meu gatos nunca arranhou uma visita eles so ficam cherando e curiando

       
  2. miriampalazzo

    14/08/2011 at 18:46

    Sensacional, descreves os gatos como eles realmente sao. Só quem já viveu com eles pode entender o quanto estás certo. E quem nao os conhece vai ficar com vontade de conhecer. Tens um profundo amor por todas as formas de vida. Esse é um dos motivos pelo quais te admiro e respeito.

     
  3. Carla Pianchão

    19/07/2012 at 11:12

    É exatamente isso… disse tudo! Parabéns pelo bellíssimo texto.

     
    • mongevoador

      20/07/2012 at 13:16

      Obrigado, meninas! Bom contar com a presença de gente que gosta de gatos!

       
      • geovana

        07/10/2012 at 21:09

        eu amo muito gatos eles sao bomsinho entra no banheiro comigo e se deixar dorme comigo

         
  4. Ana Beatriz Teixeira Martino

    21/07/2012 at 15:48

    Belo texto !! Eu adoro gato , cachorro , periquito , papagaio etc. , etc. , etc. Vale a reflexão para aqueles que não gostam de gatos !! PARABÉNS !!

     
  5. Regina

    07/08/2012 at 17:52

    Muito obrigada pela postagem deste ótimo texto. Sugiro a todos que leiam um dia o sábio poema “Ode ao Gato” de Artur da Távola. Excertos:”Nada é mais incômodo para a arrogância humana que o silencioso bastar-se dos gatos. O só pedir a quem amam. O só amar a quem os merece. O homem quer o bicho espojado, submisso, cheio de súplica, temor, reverência, obediência. O gato não satisfaz as necessidades doentias de amor. Só as saudáveis.”…”O gato devolve ao homem a exata medida da relação que dele parte. Sábio, é esperto. O gato é zen. O gato é Tao. Conhece o segredo da não-ação que não é inação. Nada pede a quem não o quer. Exigente com quem o ama, mas só depois de muito se certificar. Não pede amor, mas se lhe dá, então o exige”… Felicidades a todos.

     
    • mongevoador

      07/08/2012 at 19:02

      Obrigado pelo comentário, Regina, e também pelo complemento! Muito bom!

       
    • rosa

      25/08/2012 at 00:20

      Grande sábio Artur da Távola eu adorava ele muito

       
  6. fabiana

    25/08/2012 at 00:02

    Lindo!

     
  7. diny santos

    25/08/2012 at 00:09

    lindo expressou exatamente o que sinto ,adorei muito obrigada=’;’=

     
  8. rosa

    25/08/2012 at 00:18

    Muito bom texto traduziu tudo. Pessoas iluminadas são assim conseguem ver alem.

     
  9. rafaela

    25/08/2012 at 00:30

    Nossa, muuuito bom!

     
  10. Ana Lúcia Sodré

    25/08/2012 at 01:07

    AMEI ! LINDO VÍDEO !

     
  11. Emilia

    25/08/2012 at 01:22

    Muito bom! Amo gatos e vou defender sempre esses bichanos, lindos, espirituais, tudo de bom,parabéns!

     
  12. Yara

    25/08/2012 at 01:22

    Puxa, muito lindo o que vc escreveu! Tenho uma gatinha na minha vida há treze anos e amo gatos desde criança. E gosto deles justamente porque são assim tão independentes, porque se respeitam tanto ao só fazerem o que querem! Fiquei emocionada. Valeu! :-)

     
  13. Beth Blue

    25/08/2012 at 07:50

    Eu tenho uma gata e ela é uma grande companheira…gente que não gosta de gato, não conhece gatos! São bichos maravilhosos e instigantes!

    Meu filho adora bichos, ele já teve vários animais de estimação, lê muito sobre bichos e cuida bem deles. Jâ teve e ainda tem gerbils, passarinhos (eu jâ nāo curto passarinho em gaiola, mas ele soltava os dele no apartamente 2x por semana) e tem 3 lagartos barbudos (bearded dragon em inglês, o bicho é originário da Austrália mas nunca vi como pet no Brasil). Fora isso ele jâ quis ter camaleão e cobra…esta última eu proibi terminantemente! Desde quando cobra é bicho de estimação?!! Aqui na Europa é comum…tô fora.

     
  14. Maria Aparecida

    25/08/2012 at 08:09

    AMEI SEU COMENTARIO, SOU UMA AMANTE DOS BIXANOS JÁ CHEGUEI AO PONTO DE TER 16 GATOS EM MINHA CASA ATÉ QUE CONSEGUI DOAR ALGUMS, E AÍ FIQUEI COM 5 AINDA MAS AMO MUITO MEUS FELINOS.

     
  15. Bellen

    25/08/2012 at 09:36

    Adorei <3

     
  16. Marcia Niches

    25/08/2012 at 10:04

    Amei!!É bem isso mesmo!!Me emocionei vendo video !!!Parabéns!!

     
  17. Jennifer

    25/08/2012 at 12:17

    Amei..Eh bem assim! Somente quem convive pra saber o quanto sao especiais!!! AMO MEUS GATOS

     
  18. Jennifer

    25/08/2012 at 12:18

    ok. obrigada!

     
  19. Germano Gerlach Collaço

    25/08/2012 at 12:51

    Inegavelmente é um vídeo cujos personagens são cativantes. Gosto de cães mas também gosto de gatos. Gosto de animais que cativam num olhar apenas. Gosto de VIDA! Qualquer espécie de vida. Nada contra gatos ! Cada espécie de animal tem seu comportamento que lhe é característico, e dentro de cada espécie as personalidades se diferem entre si. Um gato específicamente pode ter uma personalidade diferente de outro que é seu irmão de nascimento. Isto, entendo que também com os cães, equinos, etc.acontece. Eu me afeiçoo a um gato, e ele será único para mim até que adquira outro e igualmente me afeicoe a ele.E passarei a amar(?) os dois ou mais gatos que eu tiver. O mesmo acontece com os cães: tenho e nutro amor(?) por um e por outro cão. Basta que eu conviva o tempo necessário para conhece-los.Este tempo é que me fará gostar ou não deste ou daquele animal. Desta ou daquela pessoa.
    O que eu acho um pouco estranho é o fato de algumas pessoas quererem que todo mundo goste deste ou daquele animal, neste caso, gatos ou cães. Acredito firmemente que dada pessoa tem o direito de gostar incondicionalmente, de qualquer espécie de animal. O afeto afinal de contas tem seus mistérios. O amor mais ainda. Como explicar o amor? Se eu conseguir explicar meu amor por alguém ou animal, eu estou limitando-o, pois o amor é muito mais do que meras palavras abranjam a extenção desta palavrinha de tamanho imensurável. Obrigado pela oportunidade de espressar algo que me deixa pasmo diante da irracionalidade na não aceitação do meu direito de amar este ou aquele ser, humano ou não.

     
    • Monica Quast

      27/08/2012 at 12:21

      Germano, colocação perfeita! Você tem toda razão: não podemos forçar alguém a amar este ou aquele animal, esta ou aquela pessoa. Mas podemos pedir que pelo menos não haja ódio, não? E podemos, sim, exigir que pelo menos haja respeito. É só isso que peço àquelas pessoas com quem convivo e que não gostam de gatos: que pelo menos os respeitem (e a mim também) e, se não for muito, que não os odeie (nem a mim). :) Grande abraço!

       
  20. Tito

    25/08/2012 at 13:30

    Ameeei, a matéria, e tenho um amor incondicional por gatos <3
    O video é liindo *—*

     
  21. Asta Marie Peressoni Teixeira Ramos

    25/08/2012 at 14:45

    Parabéns! Pouquíssimas vezes vi algo tão bem escrito,tão veemente,tão apaixonado ,tão profundo como esse seu libelo..Pudessem os gatos e todos os animais contar com mais pessoas como você !Acredito que eles teriam direito ,se não ao amor,pelo menos ao respeito e à comiseração que eles merecem dos humanos,seus bíblicos guardiães.

     
  22. mongevoador

    25/08/2012 at 16:02

    Obrigado pelos muitos comentários e elogios, galerinha! Fico muito feliz de ver tanta gente que ama gatos e os entende. Confio um pouco mais na humanidade ao perceber que somos muitos! =]

     
  23. Tayná

    25/08/2012 at 16:30

    Sempre preferi cachorros. Nunca gostei de gatos. Os achava animais sem graça, antipáticos, chatos. Era preconceituosa. Eu e meu marido temos um jabuti, e sentíamos falta de um bichinho q interagisse mais com a gente. Pensamos num cachorrinho, mas ele ia ter q passar horas sozinho em nosso apartamento. Não ia ser bom pra ele. Então como o mundo dá voltas enormes, eu, relutante, comecei uma pesquisa de campo intensa com alguns amigos q têm ou já tiveram gato, em sites especializados, blogs, tudo que vcs podem imaginar, e eu, junto com meu marido, fiquei decidida em adotar um gatinho.
    Um belo dia, passando em frente a uma petshop, estava um gatinho lindo, abandonado, dentro de uma gaiola para adoção. Não resisti. Liguei pro meu marido na mesma hora e pegamos ele no mesmo dia. Estou a um pouco mais de 1 mês com ele, e nossa, que felicidade!!!!!!!!!!!! Não há melhor sentimento no mundo que o de saber que ajudamos um bichinho sem lar. Não há troca de amor que se compare a q ele nos dá. Ele é um gatinho alegre, carinhoso demais e muito brincalhão. Nunca imaginei que pudesse ser tão feliz tendo um!!!! Adoção de animais, sejam eles gato ou cachorro, é um ato de amor. São vidas que precisam de um lar! Nós estamos muito felizes com o nosso Seedorf, e aposto que ele também está! :-)
    Agora sou uma defensora dos gatos e estou aí para provar que todo esse preconceito com eles é ridículo!!!

     
    • Amanda Ferreira

      25/08/2012 at 21:47

      Não tenho palavras pra explicar o quanto fiquei feliz lendo o texto, vendo o vídeo e lendo também os comentários. É bom demais ver que ainda existem pessoas de bom coração, que acham o mesmo que a gente, sem forçar a barra. Assino embaixo de tudo que está no texto. Sobre o comentário do Germano Gerlach Collaço, só queria acrescentar que, no texto, não há imposição sobre gostar de gatos… há apenas uma tentativa de que as pessoas entendam o quanto é absurdo dizer que NÃO gostam de animais inocentes, que nunca lhe fizeram nada. É claro que todo mundo tem o direito de gostar e preferir o bichinho que quiser… mas NINGUÉM tem o direito de falar tão mal de alguma espécie, como fazem com os gatos. Quem não tapa os olhos sabe que gatos são absurdamente maltratados e torturados, de diversas maneiras, por um único motivo: IGNORÂNCIA. Por esse motivo, é bom demais ver um texto tão carinhoso pra quem realmente merece. Parabéns a quem escreveu! Beijos.

       
      • corinthiano

        01/09/2012 at 23:10

        nossa amanda parabens,bom saber que temos mais uma adoradora de gatos.

         
    • Monica Quast

      27/08/2012 at 12:07

      Nossa, Tayná! Que lindo depoimento! Parabéns pela atitude de adotar, mas principalmente parabéns pela atitude de rever seus (pre)conceitos! Poucas pessoas têm essa coragem!

       
    • mongevoador

      27/08/2012 at 18:35

      Muito bacana! Estamos nesse mundo pra aprender. Pra sermos surpreendidos. Estarmos abertos para novas experiências é mantermos a juventude em nossa mente. E em nosso coração. Obrigado pelo teu depoimento, achei maravilhoso!

       
    • dolores redrado pedroso

      16/09/2012 at 14:12

      tbm adoro Gatos tenho duas se não morasse em apt. teria um monte de tanto que amo esses bichinhos

       
  24. Luísa

    26/08/2012 at 03:14

    Só a minha filha Juliana para ir descobrir o que é bom.
    Beijinhos filha do meu coração.
    que o Deus vivo e verdadeiro te abençoe em todas as àreas..

     
  25. Marilena

    26/08/2012 at 10:15

    Muito lindo e verdadeiro o seu texto! Faço parte de um grupo de resgate de gatos na cidade de Campinas (resGatinhos), vc nos daria sua permissão para colocar o link para esse seu post em nossa fanpage do Facebook?

     
    • mongevoador

      26/08/2012 at 13:44

      Com certeza!!! Vamos cruzar links, pois quem ajuda os bichos é meu amigo de cara! =] Vou curtir a página de vocês na minha página do Face, e vamos nos falando… Abraço de monge!!!

       
  26. Denise Mimos de Pano

    26/08/2012 at 10:40

    Lindo e sincero texto! Adorei, até porque amo gatos, mas ainda que não fosse o caso, também acho que toda vida merece respeito e admiração.
    Parabéns!
    Denise

     
  27. Jeane Berg

    26/08/2012 at 16:08

    Vc disse tudo, adorei o texto, tenho 6 gatos, sendo 4 deles adotados, nem preciso dizer o quanto amo, na verdade amo qualquer animal, mas os gatos ganharam meu coração e pelo contrário do que dizem eles não são nada interesseiros, eles simplesmente não fazem tudo que o dono pede, como os cachorros, eles fazem na hora que eles querem e isso é o que mais admiro!!! Abraçoss… Jeane Berg

     
  28. Mariana Brito

    26/08/2012 at 20:09

    texto perfeito!
    gostei tanto que compartilhei la no meu face.

     
    • mongevoador

      26/08/2012 at 22:36

      Obrigado, Mari! Quanto mais gente lê e comenta, mais feliz eu fico. Por mim e especialmente pelos gatos. =]

       
  29. Raquel Gallego

    27/08/2012 at 12:02

    Perfeito!
    Sem mais palavras!

     
  30. Eliane Saboto

    27/08/2012 at 13:35

    muito legal! mas os pais da menininha também sáo especiais! se houvesse mais pessoas assim que incentivasse as crianças a conviverem com os animais e os respeitar, e os amar…Seria maravilhoso!

     
  31. caracoles

    27/08/2012 at 17:26

    anarquistas, já nascem livres. por aí sim!

     
  32. Vanessa

    27/08/2012 at 18:47

    Acho lindo quando minha gatinha caça rato ou passarinho e traz pra dividir comigo.

     
  33. ramirez

    27/08/2012 at 20:53

    Gatos obedecem, são oportunistas, retraídos e nada libertos.. a cara do dono desse animal oprimido e nada Anarquista.

     
    • mongevoador

      28/08/2012 at 04:16

      Oi, Ramirez! Eu convivo com gatos desde os 6 anos de idade, e não vejo dessa forma. Claro, gatos domésticos muitas vezes obedecem certas regras, pois aprendem a conviver conosco, mas eles não se obrigam a fazer o que não querem… Se esse peludo não quisesse “brincar” com a menina, teria simplesmente saído dali. =]

       
  34. robson

    28/08/2012 at 08:48

    Eu não gosto de animais por perto, é meu jeito! Isso vai de encontro a qquer teoria ou maluquice de que quem não gosta de animal é um animal! Isso vejo pelos meus dois filhos que “grudam” em mim, que me dão carinho e recebem muito, mas muito carinho mesmo! De qquer forma parabéns pelo vídeo eu não tinha exatamente essa visão sobre os felinos até hoje. Antes de ler esse texto, tinha uma opinião que dizia que se fosse para ter algum animal, que fosse um cão! rsss… porém achei o “jeito” de viver do gato mais legal! Mais interessente e muito mais parecido com meu jeito! Porém nada quero dizer que comprarei um gato amanhã! claro! rssssssss…

     
    • mongevoador

      29/08/2012 at 04:36

      Que bom, Robson, que pude mexer um pouco com a tua visão dos gatos! Adoro muita gente que não quer bicho, planta e nem criança por perto! Cada um tem seu perfil, seu jeito, e deve viver como sua natureza manda, sem forçar a barra. Contanto que não despejem suas frustrações e raivas em animais inocentes, que recebem a violência humana sem merecer. Um abraço de monge! =]

       
  35. maria luiza

    28/08/2012 at 17:15

    Parabéns, nunca vi alguém descrever tão bem os gatos como voce mongevoador!! Eu sou fão apaixonada pelos bichanos desde criança e não conheço companheiro melhor, pois são silenciosos porém sempre presentes!! Um grande abraço

     
  36. Fernando Bezerra

    28/08/2012 at 17:39

    Concordo com tudo que o Mongevoador aqui expôs. Todos os animais merecem a nossa admiração e respeito mas os gatos são criaturas divinas…

     
  37. Mônica Kikuti

    29/08/2012 at 16:11

    Puxa, muito bem escrito! Adorei mesmo!!
    Também sou uma amante de felinos e eles, realmente, são apaixonantes! ♥
    Parabéns!

     
  38. Mariane

    29/08/2012 at 17:10

    O texto coloca muito bem o jeito de ser desses felinos, tenho dois lindos gatos, fora os que já partiram, e são exatamente como está colocado. Respeito as preferências e gostos das pessoas, o que importa é que não se maltrate qualquer bichano por não ter empatia por eles.

     
  39. Julie Moretti

    05/09/2012 at 13:03

    Caro Monge, adorei o texto. Posso publicá-lo no meu blog? É claro que com os devidos créditos e link para postagem original!
    Eis aqui dois exemplos de postagens alheias que já publiquei: http://apenasoutrocaminho.blogspot.com.br/2011/05/os-gatos-e-arte-de-escrever.html
    e
    http://apenasoutrocaminho.blogspot.com.br/2011/05/gosto-de-homens-que-gostam-de-gatos.html E esse outro é um meu: http://apenasoutrocaminho.blogspot.com.br/2010/11/o-amigo-gato.html

    Aguardarei ansiosamente!

     
  40. kelly

    17/09/2012 at 00:30

    gatos sao animais maravilhosos , e sao carinhosos e amorosos sim, kem de fato ja teve um bixinho desses sabe como um gato tem uma relacao profunda com seu dono, a diferenca e que o gato corresponde o amor na mesma intensidade ke a de seu dono! oeu sou uma apaixonada incondicional dos felinos desde que me entendo por gente!

     
  41. Raquel

    01/11/2012 at 11:33

    Não gosto de gatos e afins, nem muito menos sou submissa…

     
  42. rafael

    04/11/2012 at 21:36

    Seu texto é generalista, sem fundamento além da sua própria constatação de uma pequena parcela do assunto. Gostar ou não de gatos não está diretamente ligado aos outros comportamentos humanos, e nem forma um grupo específico de comportamento padrão.

     
  43. mongevoador

    05/11/2012 at 20:48

    Olá Raquel e Rafael… Obrigado pelos comentários e críticas. Fiquem à vontade para discordar de mim sempre que quiserem, gosto de gerar debates e obter outros pontos de vista. Eu coloco aqui o meu, claro, pelas coisas que observo e que me lembro. Não estou fazendo nenhuma proposta séria de classificar humanos ou julgar alguém, apenas provocar as pessoas que têm preconceitos com felinos pequenos, fazer com que elas revejam suas posições, percebam que são elas que estão hostilizando os gatos e não o contrário. Estes bichinhos sofrem muito nas mãos de maus humanos, e de pessoas que simplesmente não os entendem. Eu não disse, como a Raquel se refere, que quem não gosta de gato é submisso. Disse que quem não gosta de gato gosta de bichos submissos. Como cães, por exemplo. Mas é claro, estou generalizando, estou tratando a questão de forma jocosa, sem nenhum rigor científico. Torço para que me compreendam. =] Um abraço!

     
  44. Sergio

    01/02/2013 at 10:15

    Video contraditorio.
    Oque vi foi uma garotinha amavel tentando agradar um gato estatico, sem reaçao alguma de carinho, afeto, amor, mau humorado e desprezivel como qualquer outro gato.
    Se houvesse pessoas com personalidade de caes e pessoas com personalidades de gatos eu preferiria as de caes.

     
    • mongevoador

      16/02/2013 at 20:37

      É um ponto de vista válido… Mas acredito que meu gatos, Rodolfo e Maya, talvez pudessem fazê-lo mudar de opinião. Ou outros gatos que possam passar com você algum tempo, e com isso permitir que você aprenda a entende-los melhor. É uma questão de barreira de idioma, me parece. Existem gatos mau-humorados, claro. Como existem pessoas ranzinzas. Meus gatos são extremamente carinhosos e amáveis. Talvez eu devesse filma-los e postar aqui. =]

       
  45. Nona

    04/03/2013 at 14:09

    Bem, o que relato aqui e t0talmente verdade: No ano de 1998 minha mae encontrou na rua um gatinho muito pequenininho passando fome, tao magrinho, ele era totalmente branco e minha mae deu a ele o nome de floquinho( como se ele por ser tao branco fosse um floco de neve) cuidamos daquele ser com todo amor e carinho, ele que so tinha osso e pele em quarenta dias se tranformou em uma bolinha branca e entao do nada comecou as nos atacar, ele ja tinha os dentinhos bem finos e comecou a nos morder com extrema felicidade. Quando fez 4 meses subia nos moveis e saltava em cima ate nas visitas,e mordia o pescoco delas, ate das criancas; suas mordidas sangravam, neste tempo lembro que minha tia nos visitou e ele saltou no pescoco da pobre senhora, e deu uma super mordida. Tivemos que leva-la para o atendimento medico de emergencia. Quanto ao nome dado por minha mae, a verdade e que nao consequiamos mais chamar de floquinho, e alias ate os meus amigos que entravam aqui em casa, ja entravam stressados e protegendo o pescoco. Um destes amigos que foi atacado passou a chamar o gato de leucocito, pois ele se parecia mesmo com um leucocito. Leucocito tinha todo o amor do mundo, tinha brinquedos, tinha boa comida para gatos…mas sempre nos mordendo fortemente. Um dia minha mae encontou uma amigo que tinha uma fazendola onde exsitia 4 cachorros pit bulls e como um destes quatro pit bulls morreu, ele aceitou receber o gato , minha mae nao mentiu e disse que Leucocito( antes floquinho) gostava de atacar, ele mesmo assim aceitou ficar com o gato. Anos depois minha mae encontrou novamente este amigo que disse que o gato fez um otimo relacionamento com os pit bulls e protege sozinho um dos portoes da fazendola atacando para valer.
    Gatos sao como pessoas, que sao como caes. Cada individuo tem uma personalidade diferente! E alguns destes seres tem a personalidade completamente antisocial. Recentemente minha mae encontrou outro gato na rua e trouxe para casa, e ele ja comecou a nos atacar. Hoje eu levei ele ao veterinario e ele mordeu a mao do vet. observacao: O medico nao estava fazendo nenhum procedimento medico nele, estava amorosamente brincando com ele. Conclusao ja estou procurando alquem que tenha perdido um cao de quarda, tipo pitt bull.

     
    • mongevoador

      13/11/2013 at 18:40

      De fato, Nona, tem bicho e gente de tudo que é jeito. Agora, quanto à mordida no veterinário, vale uma explicação: ele sente o cheiro de todos os bichos que o doutor manipulou nos ultimos dias. E isso assusta monstruosamente o gato. E não existe, mesmo, bicho mais brabo que um gato com medo. =]

       
  46. Te Munhoz

    25/03/2013 at 15:49

    Nossa…quem é você????? Ao meu ver traduziu brilhantemente a essência dos felinos, eu não os descreveria melhor….amei…amei.

     
    • mongevoador

      25/03/2013 at 16:11

      Fico feliz que estejamos em sintonia! Eu, você e os gatos! =]

       
  47. Victor

    23/06/2013 at 17:48

    mas vai pra puta q pariu com esse texto.
    não entende nada e fica falanto besteira.
    to ma no cu viadão.
    tenho nojo de gatos, pois são abuzados, e sem respeito.

     
    • mongevoador

      13/11/2013 at 18:37

      Eu ia eliminar esse comentário, pois o considero indigno desse espaço. Mas como ele confirma tão bem, pela falta de educação, estreiteza de visão e abundância de preconceito, que gente que não gosta de gatos seria mais feliz se gostasse, aprovei. Obrigado por dar o exemplo, Victor, e um bom dia pra vc também!

       
    • Joseilda

      26/11/2013 at 10:57

      Eu simplesmente ADOREI, eu amo gatos, aliás por obra do destino tenho 04 em casa, já não imagino a minha vida e de minha família sem eles, são amados e respeitados, e sinto que a recíproca é verdadeira!

       
      • mongevoador

        26/11/2013 at 10:59

        Que bom, Jose! Fico feliz que eles tenham um lar amoroso pra ficar, e possam retribuir com muito carinho, ronronados e pêlos por toda parte! Rsrsrsrs

         
  48. Day Pinheiro

    18/11/2013 at 17:20

    Olha só que coisa. Cheguei aqui depois de ver uma parte do teu texto em uma página do facebook sobre animais. Como não havia referência nenhuma sobre o autor, joguei o texto no google e apareceu a tua página. Tô adorando os teus textos! Já estou te curtindo. Gostaria de compartilhar algumas de tuas frases em montagens que faço com imagens de animais, com os devidos créditos, é claro! Tu me autorizaria?

    Abraço!

     
    • mongevoador

      18/11/2013 at 17:58

      Com certeza, Day! Fique à vontade pra espalhar meus pensamentos por aí… Acompanhado dos bichos, me sinto sempre bem! =]

       
  49. Paulo Felício

    09/01/2014 at 01:57

    “Os cães não roubam comida da mesa porque os lobos alpha, chefes da matilha, comem primeiro. Os demais ficam com os restos. Isso faz parte de sua disciplina, de sua vida em grupo. Gatos comem o que aparecer, mesmo que a comida esteja no seu prato.”

    Não é bem assim não… se bobear minha cachorra toma a comida da minha mão! kkkkkkk Ela não é tão submissa assim não.

     
    • mongevoador

      27/01/2014 at 13:04

      Boa, Paulo! Mas nesse caso ela está se impondo como alpha. A estrutura social e hierarquica dos cães não é rígida, e eles podem tentar “subir” e tomar para si a melhor parte da caça. Cuidado com o churrasco! Rsrsrs abraço!

       

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s